Projetos

Grupo FormAÇÃO Conexões de Saberes / Coletivo Casa de Pretas

Combatendo o racismo institucional na universidade: Ações afirmativas e fortalecimento de trajetórias políticas e acadêmicas de estudantes negros de origem popular

Minas Gerais

Objetivos e público alvo

Fortalecer o protagonismo de estudantes negros e negras de origem popular em atividades de formação acadêmica e política.

Atividades principais

  • Elaboração de diagnósticos, mapeamentos, proposições e avaliação de políticas de ações afirmativas de acesso e permanência de negros e negras nas universidades federais.
  • Ampliar as relações entre a universidade e movimentos sociais por meio da troca de saberes e fazeres.
  • Incentivar a participação dos alunos e alunas em eventos acadêmicos.
  • Publicação de artigos que colaborem para o combate ao racismo institucional e para implementação de ações afirmativas.

Contexto

O racismo institucional perpassa todas as estruturas do Estado brasileiro e é reconhecidamente um dos principais entraves para a construção da democracia, para a efetivação da justiça e para o exercício pleno dos direitos humanos no país. Esse é um dos principais fatores que impedem e/ou dificultam a implementação das ações afirmativas de um modo geral e das políticas de acesso e permanência de estudantes negros e negras e de origem popular nas universidades públicas.

O racismo institucional estabelece e mantém barreiras supostamente invisíveis, porém extremamente violentas para a vida da população negra brasileira. Tais barreiras se efetivam através de normas, práticas, discursos e procedimentos institucionais que a partir de uma suposta neutralidade garantem os interesses de sujeitos e grupos racialmente dominantes.

Sobre a organização

O grupo se propõe a combater a violência institucional, a discriminação racial e a lutar pela implementação de ações afirmativas no contexto universitário. Para isso, trabalha com o fortalecimento das trajetórias acadêmicas e políticas de estudantes de origem popular negros e negras, graduandos em instituições públicas de ensino superior, ampliando as relações destes com movimento sociais através da produção e troca de saberes.

Desde 2010 são realizadas atividades de formação voltadas a estudantes da UFMG, oriundos de comunidades populares de Belo Horizonte e região metropolitana, nos seguintes temas: ciência e sociedade; democracia, ações afirmativas; exclusão social e cidadania; universidade e transformação social; gênero e raça.

Parcerias

O FormAÇÃO Conexões de Saberes está em diálogo com outras organizações, como Ações Afirmativas, Núcleo de Psicologia Política, Núcleo de Direitos e Cidadania LGBT, Organização de Mulheres Negras ATIVAS, Movimento Hip Hop, Cpir-BH, além de lideranças comunitárias de vilas e favelas de Belo Horizonte e região metropolitana.

Resultados

Foi organizado um grupo com atividades semanais de formação acadêmica e política de estudantes com origem popular e negros. O projeto permitiu também a criação de um espaço de diálogo, formação e partilha de livros de autores negros, a realização de rodas de conversa e o desenvolvimento de um site.

Linha de Apoio

Edital Anual

Ano

2012

Valor doado

R$ 25 mil

Duração

12 meses

Temática principal

Enfrentamento ao racismo

Ajude a transformar o país!
Colabore com nosso trabalho!

DOE AGORA

Projetos

Conheça os projetos apoiados pelo Fundo Brasil

Saiba mais