Projetos

Centro de Desenvolvimento Sustentável e Capacitação Agroecologia – CEAGRO – PR

Direitos das famílias sem-terra: da superação das violações à conquista da Reforma Agrária Popular

Paraná

Objetivos e público alvo

Proteger as famílias e indivíduos vulneráveis das violações de direitos humanos cometidas pelo aparelho opressor do Estado, a exemplo das prisões preventivas em vigor; denunciar a violência pública e privada contra os trabalhadores que lutam pela terra; fortalecer a dignidade da busca por direitos sociais que a terra garantiria para as famílias sem-terra; e contribuir concretamente para a conquista da terra por parte das famílias acampadas. 

Atividades principais

  • Acompanhamento e monitoramento dos processos judiciais e defesa das lideranças perseguidas.
  • Promoção de uma campanha de comunicação.

Contexto

A área onde o projeto é desenvolvido é palco de um intenso conflito entre a empresa Araupel e trabalhadores sem-terra. Cerca de 3.000 famílias estão em quatro acampamentos: Herdeiros da Terra 1º de Maio, em Rio Bonito do Iguaçu; Dom Tomás Balduíno, Vilmar Bordim e Leonir Orback, em Quedas do Iguaçu. Os nomes dos dois últimos acampamentos homenageiam os trabalhadores sem-terra assassinados em 7 de abril de 2016. Além dos militantes, outros sete ficaram feridos. Dois deles foram presos. Apesar de sinais claros de execução, nenhum policial foi indiciado. Atualmente há lideranças presas e outras sofrendo processos judiciais.

Sobre a organização

O Centro de Desenvolvimento Sustentável e Capacitação em Agroecoloia é fruto da organização de trabalhadores na luta pela terra. Foi consolidado como associação em 1997 para desenvolver atividades de assistência técnica, pesquisa, formação e capacitação tecnológica junto aos agricultores e assentados da reforma agrária na região central do Paraná. Atualmente é sediado em Laranjeiras do Sul e atua na maioria dos municípios do Território Cantuquiriguaçu. Suas atividades são organizadas a partir de quatro eixos estratégicos e transversais: agroecologia; cooperação e gestão; gênero e juventude.

Parcerias

- Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra - MST.

- Coletivo Regional de Mulheres.

- Coletivo Regional de Juventude.

- Rede Ecovida de Agroecologia.

Linha de Apoio

Litigância estratégica (2017)

Ano

2017

Valor doado

R$ 80 mil

Duração

18 meses

Temática principal

Direito à terra

Ajude a transformar o país!
Colabore com nosso trabalho!

DOE AGORA

Projetos

Conheça os projetos apoiados pelo Fundo Brasil

Saiba mais