Projetos

Associação Lésbica de Minas – Alem

Rompendo com o silêncio: Lésbicas e bissexuais em privação de liberdade

Minas Gerais

Objetivos e público alvo

O foco do trabalho esteve em promover a discussão sobre lesbianidade e bissexualidade a partir de uma perspectiva lésbico-feminista, e em combater o preconceito direcionado às lésbicas e às bissexuais em privação de liberdade no presídio São Joaquim de Bicas, em Belo Horizonte. Cerca de 30 mulheres participariam das ações

Atividades principais

  • Oficinas com as mulheres presas
  • Mapeamento dos principais pontos discutidos nas oficinas
  • Levantamento de demandas e encaminhamento às agentes penitenciárias

Contexto

São várias as expressões institucionalizadas de lesbofobia dentro das penitenciárias, como proibição de visitas íntimas entre lésbicas, um dos exemplos de punições e sanções das quais mulheres são vítimas por não serem heterossexuais.

Sobre a organização

A Alem luta contra a discriminação e o preconceito dirigidos às lésbicas e mulheres bissexuais, combate a violência contra mulheres, luta por seus direitos reprodutivos e sexuais, e contra as desigualdades e injustiças sociais que têm nas mulheres as principais vítimas. Promove ainda a visibilidade lésbica.

Desde 2005, o grupo realiza a Caminhada de Lésbicas, Bissexuais e Simpatizantes de Minas Gerais. Organizou três edições do Encontro de Lésbicas e Bissexuais de MG. Junto a outros grupos de mulheres, promove anualmente um ato público na Praça Sete, em Belo Horizonte, em alusão ao Dia Internacional de Combate a Violência Contra a Mulher e ao Dia Internacional da Mulher.

A associação desenvolve o projeto “Na batalha por saúde, dignidade e respeito” dirigido às profissionais do sexo, e realiza cursos de formação sobre relações de gênero/raça, violência contra a mulher, direitos humanos, sexualidade feminina, lesbianidade, como os quatro eventos “Mulheres que pintam e bordam”.

Parcerias

Associação Brasileira de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais (ABGLT)
Fórum LGBT de Minas Gerais
Coletivo Feminista de Belo Horizonte
Rede Feminista de Saúde e Direitos Reprodutivos e Sexuais da Mulher

Resultados

As oficinas realizadas com as mulheres privadas de liberdade abordaram variedade de temas sob a ótica lésbica-feminista que deu base ao projeto: diversidade sexual, relações de gênero, sexualidade lésbica, mulher, periferia e funk. Especialmente a oficina sobre beleza negra e tranças precisou ser desdobrada em duas para atender à demanda.

Linha de Apoio

Edital Anual

Ano

2011

Valor doado

R$ 15.400,00

Duração

7 meses

Temática principal

Direito à livre orientação sexual e identidade de gênero

Ajude a transformar o país!
Colabore com nosso trabalho!

DOE AGORA

Projetos

Conheça os projetos apoiados pelo Fundo Brasil

Saiba mais