Projetos

Associação dos Produtores e Agroextrativistas Hunikui do Caucho

Vigiando e preservando a nossa terra

Acre

Objetivos e público alvo

A ação proposta visou à preservação do meio ambiente, com proteção da fauna, de nascentes, igarapés e sementes naturais como açaí, patoá e outras frutas nativas. Pretendeu-se incrementar a vigilância e a fiscalização ao entorno da terra indígena para evitar a invasão de caçadores, o roubo de madeira e outros produtos florestais, a biopirataria e a pesca predatória. Diretamente, seriam beneficiados os 700 moradores da terra indígena e outros 500 do entorno. Indiretamente, a população do Estado do Acre, especialmente do município de Tarauacá, com preservação de mais de 12 mil hectares de floresta.

Atividades principais

  • Instrumentalização de agentes ambientais agro-florestais credenciados pelo Ibama
  • Acampamentos na mata (incluindo equipamentos, alimentação e combustível)
  • Organização, planejamento e avaliação das equipes de fiscalização, com cerca de 40 pessoas

Contexto

A terra em questão é impactada diretamente pelo asfaltamento da rodovia federal BR-364, o que facilitou a ação de invasores. Os indígenas tinhamm apenas 12.318 hectares, onde viviam cerca de 700 pessoas, distribuídas em quatro aldeias: 18 Praias, Caucho, Nova Aldeia e Tamandaré.

Sobre a organização

A associação tem como missão representar juridicamente o povo indígena da Terra Indígena Kaxinawá do Igarapé do Caucho, em defesa da saúde, educação e da gestão ambiental do território. Também fazem parte das atribuições: organizar e unificar a comunidade, acompanhar políticas públicas, fortalecer a segurança alimentar dos representados, incentivar melhoria da produção agrícola local, e fiscalizar o território para impedir a entrada de caçadores e madeireiros, principalmente.

Parcerias

Governo Federal
Governo do Estado do Acre
Ibama (Instituto Brasileiro de Meio Ambiente)
CPI (Comissão Pró-Índio)

Resultados

Planejamento e execução de vigilância e fiscalização às terras foram realizadas durante o decorrer das ações de preservação ambiental previstas no projeto. Por meio de reuniões e mobilização das lideranças das comunidades indígenas, o grupo debateu aprendizados, reforçou a união dos povos indígenas locais e se fez reconhcer pelo poder público local. Durante as ações de fiscalização do território, dois invasores foram apreendidos com apoio da polícia.

Linha de Apoio

Edital Anual

Ano

2011

Valor doado

R$ 25 mil

Duração

12 meses

Temática principal

Direitos dos povos indígenas

Ajude a transformar o país!
Colabore com nosso trabalho!

DOE AGORA

Projetos

Conheça os projetos apoiados pelo Fundo Brasil

Saiba mais