Notícias

Fundo Brasil promove debate online sobre trabalho infantil

Transmitido pelo Facebook, o bate papo ao vivo marca o início de parceria com o Instituto C&A

11 setembro 2018

- por Fundo Brasil de Direitos Humanos -

O Fundo Brasil realiza na próxima segunda-feira, dia 17, às 19h, o debate online “Precisamos falar sobre trabalho infantil”. O bate papo ao vivo, transmitido pelo Facebook, marca o início da parceria entre o Fundo Brasil e o Instituto C&A para apoiar projetos de enfrentamento ao trabalho infantil na indústria da moda.

O debate será mediado por Simone Nascimento, assessora de comunicação do Fundo Brasil, e contará com as presenças de Ana Valéria Araújo, coordenadora executiva do Fundo Brasil; Cynthia Ramos, consultora em Direitos Humanos, Crianças e Adolescentes; Luciana Campello, gerente de programas do Instituto C&A; e Verônica Alves, fundadora do Centro de Educação Popular Comunidade Viva.

Por meio da parceria entre o Fundo Brasil e o Instituto C&A será possível estimular o desenvolvimento de projetos que inspirem ações e novas ideias de enfrentamento ao trabalho infantil na indústria da moda.

O mapeamento de organizações da sociedade civil faz parte dessa parceria, o que vai possibilitar a abertura de chamada pública para que sejam apresentadas propostas.

A ideia é que, ao final do projeto, as comunidades onde as organizações se encontram estejam mais fortalecidas e capazes de enfrentar o trabalho infantil.

Mais informações sobre as chamadas serão divulgadas em breve.

O problema

De acordo com informações do IBGE, em 2014 o número de crianças e adolescentes de 5 a 17 anos de idade trabalhando no Brasil era de 3.331.378, o que representa 8,1% da população nessa faixa etária. Os dados mostram um aumento de 4,5% em relação a 2013, ou seja, 143.540 casos a mais.

Especificamente em relação à cadeia produtiva têxtil no Brasil, o trabalho infanto-juvenil abrangia em 2014 um número de 173.272 crianças e adolescentes entre 5 e 17 anos.

O setor de produção têxtil reúne no Brasil cerca de 28 mil empresas, segundo dados da ABVTEX (Associação Brasileira do Varejo Têxtil). Desse total, 97% são micro e pequenas empresas, segmento em que ainda são elevados os índices de informalidade e precarização do trabalho, inclusive com registros de trabalho infantil e escravo.

Debate online “Precisamos falar sobre trabalho infantil” 

Dia 17/9, segunda-feira, às 19h

Transmissão pelo Facebook do Fundo Brasil

 

 

 

 

 

Ajude a transformar o país!
Colabore com nosso trabalho!

DOE AGORA

Projetos

Conheça os projetos apoiados pelo Fundo Brasil

Saiba mais